Parabéns, mulheres!

Uma das minhas maiores lutas, como pastor, é mostrar o valor da mulher para a Igreja de Jesus Cristo  e denunciar a exploração delas por parte dos fariseus e dos machistas de nosso tempo. Lamento como as religiões tratam as mulheres. A igreja de Roma até casamento de seus sacerdotes proíbe. Para muitos, a mulher é tida como instrumento de tentação e queda dos "santos homens". Parte da igreja evangélica se sente mal quando uma irmã se veste de forma moderna, elegante, atualizada. Até que muitos fariseus permitem que suas esposas e filhas se vistam na última moda. Mas, de jeito nenhum, tal mimo é permitido às irmãs comuns. Isso sem falar em como os grupos muçulmanos tratam as mulheres: mutilação de clitóris, chibatadas em praça pública, apedrejamentos. Eu agradeço a Deus pela vida de minha mãe, há muito falecida. Sou grato ao Senhor pela minha esposa e filha, a quem amo sem restrições. Na Igreja Maranata - Ministério Surubim, as mulheres são livres para serem felizes: estudar, trabalhar, prosperar, crescer como pessoa e como filhas de Deus. Não aceito que um homem bata em sua esposa, noiva, irmã, namorada, mãe. Nem com uma flor. Só canalhas agem assim. Não aceito que os homens "mandem" nas mulheres. Elas não são propriedade de ninguém. Elas também foram criadas  à semelhança do Senhor. A todas as mulheres, de todas as idades, que frequentam esse blog, meu sincero "parabéns". Vocês são um presente extraordinário para nós, homens. Um presente que, felizmente, começa a ser valorizado. Vocês valem mais que jóias preciosas.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail