O chamado para o crente em Abraão


Deus chamou Abraão para ser pai daquela que seria a nação sacerdotal. Desafiou ele a deixar sua família, sua terra, sua gente. Encorajou Abraão a ir para um destino que seria revelado no e pelo caminho. Se Abraão cumprisse a sua parte no “acordo”, Deus lhe faz preciosas promessas. Primeira, Deus faria de Abraão uma grande nação. Segunda, Deus abençoaria e engrandeceria o nome de Abraão. Terceira, Abraão abençoaria muita gente. Quarta, O Senhor abençoaria quem abençoasse Abraão. Quinta, o Senhor amaldiçoaria quem amaldiçoasse Abraão. Sexta, Abraão seria uma benção. O que Deus pediu foi muito. O que Deus prometeu foi demais. Ainda hoje ecoa nos ouvidos da Igreja de Jesus Cristo as formidáveis palavras do chamado de Abraão. Ele respondeu com fé. Se a Igreja também responder fé, verá e viverá todas as promessas de Deus feitas ao crente Abraão. Ele é o pai da fé. Cabe a gente apenas viver pela fé e experimentar as promessas. Portanto, você é uma benção para muita gente, é abençoado, quem te abençoar será abençoado, quem te amaldiçoar será amaldiçoado. Mas, eu não vivo assim! Quase que sou o contrário de tudo isso. Então, se converta... Ser crente não pode ser menos que isso!

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail