Um anti Cristo adulado pelo governo brasileiro!


Em uma iniciativa da Juventude Judaica Organizada (JJO) — em parceria, também, com grupos evangélicos e de defesa dos direitos humanos e da mulher, com a participação de autoridades — será realizada, na Avenida Paulista, neste domingo, uma manifestação em repúdio a vinda ao Brasil do presidente do Irã, Mahamud Ahmadinejad. Um país democrático como o Brasil NÃO PODE receber um defensor do totalitarismo, do revisionismo histórico, da discriminação de mulheres e religiosa (evangélicos, judeus e outras minorias torturadas, massacradas e mortas no Irã) e da destruição de Israel.
DATA – 03 de maio, domingo
HORA - às 11h00
LOCAL DO ENCONTRO – Praça Marechal Cordeiro de Farias (Praça dos Arcos, na esquina da Avenida Angélica com a Avenida Paulista.
Trata-se, de fato, de uma manifestação contra o anti-semitismo, o terrorismo e a tirania disfarçada de democracia. E também de um claro repúdio à política externa brasileira, que tem adulado regimes de força. Este blog, como sabem, evita participar de protestos. Nesse caso, abre uma exceção porque se trata de um ato, entendo, de repúdio à presença, no Brasil, de uma personagem que apóia abertamente o terrorismo e o racismo. TRATA-SE DE UMA CAUSA CIVILIZATÓRIA E DE UMA ADVERTÊNCIA AO GOVERNO BRASILEIRO. Ahmadinejad jamais disfarçou o que pensa sobre a questão israelo-palestina. Para Israel, ele defende uma única "solução": a final.

(Fonte: Blog Reinaldo Azevedo)

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail