Quase crente



Ser crente é ser filho de Deus pela graça, por meio da fé em Jesus Cristo. Ser crente é ter nascido de novo, recebido uma nova natureza, escapado da maldição da Lei. Ser crente é ter desistido da justiça própria, de querer impressionar Deus e ostentar diante das pessoas uma superior moralidade. Basicamente, ser crente é descansar em Cristo. Nos últimos tempos, entretanto, vem crescendo o número dos quase crente. Os quase crente gostam dos hinos evangélicos como se conhecessem o Evangelho. Os quase crente gostam da ética e dos valores do cristianismo. Os quase crente apreciam a Lei de Moisés e o Evangelho de Jesus com o mesma intensidade. Os quase crente também valorizam a Bíblia, desde que não seja só ela. Os quase crente são amigos do Evangelho. Os quase crente pregam como os pastores pentecostais. Os quase crente alegam que também possuem os dons espirituais. Os quase crente guardam o sábado, comem somente alimentos saudáveis, são a favor da preservação do planeta. Os quase crente são pudicos e dizem "misericórdia" com uma irregularidade quase irritante. Os quase crente insinuam que só eles são crentes. Os quase crente orgulhosamente não bebem, não fumam, só tem uma mulher, não jogam e não usam calça cumpirda. Os quase crente são uma graça...

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail