Perdi o sono porque feri um irmão amado




Me acordei de 4:15 da manhã. Tomei um susto. Havia ferido um irmão no culto da noite anterior – e só me dado conta agora. Pelo menos, foi esse sentimento que me fez despertar na hora que mais a gente gosta de se aninhar e dormir. Mas, me deixe contar o que aconteceu. Contar, talvez, minore meu desconforto. Houvera um culto com uma banda que veio de fora do Estado na Igreja Sede da Igreja Maranata – Ministério Surubim. Para mim, a gente deveria ouvir os visitantes mais que a chamada prata na casa. Como a gente já umas quatro participações nossas, dissuadi um irmão que viera avisar que o dirigente deveria se lembrar de inserir seu nome na programação do culto. “Hoje, não. Eles vieram de longe, vamos ouvi-los...” Foi meu erro. Foi o que me fez perder o sono de madrugada. Quando procurei o irmão, antes de transmitir a Palavra de Deus, informaram que ele tinha ido embora, muito antes que o período tradicionalmente dedicado ao louvor congregacional tivesse terminado. Feri um irmão. Magoei aquele por quem Cristo morreu. Eu sabia que tinha alguma coisa errada, mas só me dei conta de madrugada. Fui um tolo, um estúpido, um insensível. Pensei em ligar para o irmão. Pensei em dizer a verdade, que eu, antes da mensagem ou depois dela, pretendia chamá-lo, pretendia mesmo. Mas, esqueci completamente. Mas, já era quatro da manhã. E se ele não tivesse pregado os olhos também?A culpa foi minha, o erro foi meu, só me resta pedir perdão. Geralmente, nessas circunstâncias, o magoado perdoa mas não esquece. Quer saber? Acho que esse irmão nunca mais vai gostar de mim como antes...

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail