O Bispo



Quando soube do lançamento de O BISPO - A História Revelada de Edir Macedo, jamais pensei em lê-lo. O livro escrito por Douglas Tavaloro e Chistina Lemos, para mim, era chapa-branca demais. Até que um amigo me emprestou um exemplar. Pretendia ler somente alguns capítulos, os mais polêmicos na vida do líder máximo da Universal, mas acabei lendo tudo, numa única manhã. O livro é sensacional. A personalidade de rotwailer de Macedo é revelada, basta ler nas entrelinhas, o que não está escrito mas está claramente dito! O livro relata a dissidência de R R Soares, cunhado de Edir Macedo, que queria comandar a Universal, mas foi derrotado em votação. Mostra como ele trata um liderado que peca. Numa reunião com milhares de pastores, deu ordens para que um bispo fosse humilhado. De pé, de cabeça baixa, sem gravata (símbolo de que havia pecado), o homem pede perdão ao auditório. A resposta é constrangedora para quem diz pregar o Evangelho: "Nos dê licença. Esta reunião é somente para homens e mulheres de Deus. A partir de hoje, você não é mais nada na Igreja". Mais impiedoso e farisaico, impossível. O avanço da Universal e o processo de compra da Record gerou inveja em grupos poderosos que se "aliaram" contra Edir Macedo. A Rede Globo, por exemplo, liderou uma campanha de desmoralização da Universal. Os inimigos jogaram sujo o tempo todo, influenciando a mídia, os poderes da República e a opinião pública contra a denominação religiosa. Em alguns episódios do livro senti pena do Bispo. Se Edir Macedo "não presta", seus inimigos conseguem superá-lo e ser "muito piores". Aplausos para o livro.

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail