Guardai-vos dos ídolos


Ídolo é tudo que toma o lugar de Deus em nossa espiritualidade. A face mais evidente dos ídolos em nosso país são as imagens de escultura. A Bíblia é radical quando se refere a elas: As imagens de escultura de seus deuses queimarás a fogo; a prata e o ouro que estão sobre elas não cobiçarás, nem os tomarás para ti, para que não te enlaces neles; pois abominação é ao Senhor teu Deus (Dt 7.25). Entretanto, os ídolos da atualidade são muito mais sutis e existem em maior número. Eles se entronizam em nossas vidas, tomando posse delas - e a maioria de nós nem sente a invasão. Por exemplo, o corpo, para muita gente, virou ídolo. O altar deles é o espelho, o culto se dá na academia de ginástica. Para outros, a Bíblia virou ídolo. Ela fica aberta na estante da sala, aberta no Salmo 91 – um talismã que energiza a casa. Para outros, a família virou um presépio. A mulher adora o marido, que adora a filha caçula, que por sua vez adora o namorado! E Deus que espere um deles adoecer para, só então, ser buscado com fúria pela restauração da saúde. Falta-me espaço para comentar sobre a cerveja, os amigos, a moto, a amante, o futebol, a denominação religiosa, o trabalho, o sexo, o dinheiro, o videogame, o líder espiritual... definitivamente, a recomendação é tão urgente quanto trágica: filhinhos, guardai-vos dos ídolos!

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail