Ajude seu marido a não trair você


Há esposas que ajudam seus maridos a traí-las. Não digo que elas são as únicas culpadas. Digo com todas as letras: elas também são culpadas. Apesar de serem vítimas. Apesar da dor da traição. Apesar do tamanho do sofrimento. Nem todas as mulheres são culpadas de serem vítimas de um adultério. Uma grande parte delas são somente vítimas infelizes de casamentos crivados de irregularidades. Veja como você pode ajudar seu marido a permanecer fiel a você, satisfeito no relacionamento e atraído pela força do seu amor: 1. Vista-se bem. Homem detesta mulher desleixada. 2. Seja picante no relacionamento sexual. Homem abomina mulher fria. 3. Seja carinhosa com ele. Homem gosta de ser tocado, paparicado, cheirado, beijado... inclusive em público. 4. Converse sobre as fantasias sexuais dele. Não necessariamente para realizar, mas para deixar claro que ele pode falar abertamente sobre sexo com você. 5. Participe ativamente de encontros de casais. Na Maranata, acontecem todo mês. O Senhor ama a família e Sua Palavra tem a solução para todos os problemas conjugais Não despreze seu marido quando os filhos chegarem. 7. Atraia seu marido e depois “mate-o” de prazer. Use langerie, perfumes, jantares a sós, fronhas especiais e o que a sua criatividade feminina imaginar. Homem acostumado a banquete torce o nariz para pastel de-meio-de-feira. 8. Seja feminina. Homem fica apavorado e intimidado quando se relaciona com um Lampião de Saias. Mulher macho assusta e enoja. 9. Não vomite sobre ele somente desgraças. Há mulheres, não sábias, que só sabem conversar sobre problemas, aperreios, doença, morte, inferno... O ideal é que, no fim de semana, o casal tenha um ou dois dias somente para eles se amarem, rirem juntos, se divertirem. 10. Volte a namorar ele, de novo. Já. Deixe esse computador agora e ligue para ele, diga que o ama, diga que está com saudade, diga que anseia em tê-lo nu, em seus braços... – “Pastor, que linguagem pesada...! Estou escandalizado!” Eu já disse que fariseus não são bem-vindos aqui!

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail