Falsos, metidos e impostores


Sem dúvida, o escritor evangélico que tenho sempre o maior prazer em ler é Brennan Manning. Ele tem o dom de me escandalizar com o escândalo da graça como nenhum outro. Como poucos conseguem transmitir, o Evangelho pregado por Brennan é o Evangelho de Jesus Cristo - o claro, simples, bom e balsâmico Evangelho d Aba. É muito bom poder me despir diante do meu Senhor sem ter nojo de mim – e principalmente sabendo que Ele não tem nojo de mim. O mais recente livro do escritor que está abençoando os Estados Unidos, livrando muitas vidas do famigerado mercado gospel, que gera conferencistas e cantores à granel, e da farsa da religião, que gera clones de instituição farisaicas, nunca discípulos de Jesus Cristo, tem um título que é um achado: “Falsos, metidos e impostores – aonde foi parar seu verdadeiro eu?” O escritor escreve sobre a necessidade de a gente ser a gente mesmo, vivendo um cristianismo que nos torna mais e mais humanos. Pede que a gente páre de fingir consagração, espiritualidade, santidade e voltemos a ser filhos do Pai, a quem a Bíblia chama de Aba. Um excelente livro que pode resgatar a consciência cristã do estado de torpor em que a religião tem mergulhado a gente. Vivemos mal porque o evangelho que abraçamos não é o verdadeiro. Tiremos as máscaras, o desejo de agradar a todos, a vontade de ser os donos do Céu e voltemos a ser filhos do Pai, amados por Ele, queridos Dele, perdoados por Ele. Uma leitura simplesmente indispensável (Falsos, metidos e impostores – aonde foi parar seu verdadeiro eu?, Brennan Manning, Editora Mundo Cristão, 186 páginas, leia o primeiro capítulo grátis no site da editora file://www.mundocristao.com.br/).

Nenhum comentário:

Receba mensagens desse blog no seu E-mail